Como incentivar o uso de EPIs?

Muitos empreendedores investem pesado na aquisição dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), mas será que isso é o suficiente? É claro que esse é o mais importante passo na hora de preservar a segurança e integridade física dos colaboradores, no entanto, é fundamental se planejar para fazer mais do que isso.

Isso por que, não raro, os próprios colaboradores ignoram as ordens e acabam descartando completamente o uso de EPIs. Portanto, é fundamental que o gestor vá além e procure maneiras para incentivar o uso dos equipamentos, educando cada um dos colaboradores. É justamente sobre essas soluções que vamos falar neste post, então, confira!

Realize campanhas educativas

Sim, a comunicação interna pode ser uma poderosa aliada quando o assunto é o uso de EPIs. Não podemos ignorar que campanhas internas podem ter um grande efeito sobre os colaboradores e impulsioná-los a fazer a coisa certa. Afinal, estamos falando de algo que traz consequências, tanto para a organização quanto para os próprios colaboradores.

Nesse sentido, vale apostar em tudo: desde comunicados via e-mail e intranet até cartazes expostos no local de trabalho. O mais importante é tentar cercar os colaboradores com informações relevantes a respeito do uso dos equipamentos, para que se conscientizem da sua importância e do que eles podem fazer pela sua segurança.

Invista nos treinamentos internos

Outra forma de incentivar o uso de EPIs no ambiente de trabalho são os treinamentos internos. Com isso, o gestor garante que colaboradores conheçam bem os equipamentos para fazer um bom uso deles e transmite informações relevantes sobre a sua importância.

Esses treinamentos internos podem ser realizados por empresas especializadas, que sabem como repassar as informações de maneira adequada para o perfil do seu colaborador. Assim, você garante não só a educação profissional, mas a certeza de que passarão a utilizar o material fornecido por você.

Vale lembrar que a própria NR6 entende que uma das responsabilidades do empregador é a realização de cursos para o uso correto dos equipamentos. No caso, esses treinamentos de EPI são normatizados pelo Ministério do Trabalho, que prevê questões como carga horária específica.

Seja um líder exemplar

É fundamental que o próprio gestor tenha consciência do seu papel no uso de EPIs. Ele precisa agir como um verdadeiro líder, participando ativamente da rotina dos colaboradores. Assim, além de passar feedbacks sobre o uso correto dos equipamentos, o gestor também pode fazer um monitoramento para reduzir a incidência de irregularidades.

Certamente, as lideranças são fundamentais para criar uma coesão no time, ou seja, um senso de coletividade. São eles que orientam todos sobre o caminho a ser seguido. Passando bons exemplos, quem sabe os próprios colaboradores não fazem uma vigilância e autorregulam para o uso dos EPIs no ambiente de trabalho?

Crie uma cultura forte

Por fim, é muito importante levarmos em consideração a criação de uma cultura organizacional forte, com valores voltados para a segurança no trabalho. Para isso, é preciso envolver esforços nas três áreas que mencionamos anteriormente: comunicação interna, treinamentos e a própria gestão. O reforço em prol da segurança no trabalho deve ser constante.

Certamente, quando esses valores se enraizarem na sua empresa, a preocupação com o uso de EPIs reduzirá bastante, afinal, os próprios colaboradores terão consciência da sua importância. Assim você evita os problemas causados por conta da falta do uso desse material, como multas trabalhistas e, na pior das hipóteses, processos por acidentes trabalhistas.

Gostou do nosso post de hoje? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de muito mais!